Você está com diabetes gestacional? Veja como tratar

Reprodução / Flickr

Atenção, gestantes! Se o médico disse que você está com diabetes gestacional saiba que alguma alteração na sua glicemia foi identificada pela primeira vez na gestação, podendo ou não persistir após o nascimento do bebê.

Neste caso, não pense duas vezes antes de iniciar o tratamento, que consiste na realização de atividade física e dieta alimentar pobre em carboidratos e açúcares. Tudo com orientação do especialista, certo? É importante alertar que não é recomendado se exercitar com glicemia capilar igual ou menor do que 70 mg/dl, assim como igual ou superior a 250 mg/dl. A monitorização da glicemia antes e após o exercício é fundamental.

Embora não seja regra, em alguns casos, é necessária a utilização de insulina. Mas, antes de ficar preocupada, lembre-se de que o bom controle da glicemia vai permitir que o feto se desenvolva normalmente e também vai influenciar na escolha do parto.

Outra dica importante para as mamães com diabetes gestacional é fazer a automonitorização regular da glicemia. Hoje em dia, o mercado oferece vários tipos de monitores. O ideal é medir a glicemia de quatro a sete vezes por dia.

Conheça os alvos do tratamento para a gestante com diabetes:

Glicemia pré-prandial: entre 70 e 95 mg/dl

Glicemia 1h pós-prandial: entre 70 e 140 mg/dl

Glicemias 2h pós-prandial: entre  70 e 120 mg/dl

Glicemia na madrugada: entre 70 e 100 mg/dl

Importante: Converse com o seu médico sobre as suas metas glicêmicas. Este post não substitui a consulta com o especialista.

Curta a página do Diabetic Center no Facebook e no Instagram (@diabetic_center)