Pessoas com diabetes têm prioridade para realizar exames no Fleury

FotoJet

No mês em que se comemora o Dia Mundial do Diabetes, o laboratório Fleury Medicina e Saúde anuncia atendimento prioritário para as pessoas com diabetes em uso de insulina. A preferência é dada para clientes em jejum acima de 8 horas, requisito necessário para a realização de exames, como dosagem de glicose, colesterol ou endoscopia.

A medida tem como objetivo principal evitar que os pacientes com diabetes sofram com episódios de hipoglicemia, já que quando expostos ao jejum prolongado podem apresentar glicemias abaixo de 70 mg/dl, o que desencadeará sintomas, como fraqueza, náusea, tontura, sudorese fria e sensação de desmaio. Caso as taxas de glicemia fiquem inferiores a 50 mg/dl, os indivíduos podem sofrer desmaios e até complicações mais graves, adverte o Dr. Edgar Rizzatti, diretor executivo médico e técnico do Grupo Fleury.

– Há também casos em que as pessoas com diabetes apresentam hipoglicemias frequentes. São situações perigosas, pois o corpo se acostuma com o evento e os indivíduos podem perder os sinais de alerta do evento, que só começam a aparecer quando a glicemia já está muito baixa, ou seja, menor de 50 mg/dl. Por isso, decidimos priorizar o atendimento, garantindo bem-estar ao cliente.

Blog Saúde sem Neura: Fleury inaugura espaço exclusivo para atender crianças de 0 a 12 anos

O atendimento preferencial está disponível em todas as unidades no Estado de São Paulo (SP), mas o  cliente deve solicitar uma senha de atendimento prioritário logo na recepção da unidade onde serão realizados os exames.

Entenda o diabetes

O diabetes é uma doença crônica que acomete mais de 13 milhões de pessoas no Brasil, conforme dados da Sociedade Brasileira de Diabetes. É uma doença provocada pela produção insuficiente ou ação deficiente da insulina, hormônio que regula a quantidade de glicose no sangue.

Quando a pessoa tem diabetes, os níveis de glicose se elevam e uma alimentação adequada e medicamentos, incluindo insulina, são necessários para normalização da glicemia. Por essa razão, portadores desta condição crônica devem controlar diariamente os níveis de glicose no sangue, pois tanto a hiperglicemia como a hipoglicemia podem levar a graves complicações.

Atenção com o diabetes gestacional

Durante a gravidez, a mulher pode desenvolver diabetes gestacional. Isso porque a placenta produz hormônios que reduzem a ação da insulina para permitir o crescimento do bebê, aumentando as taxas de glicose no sangue. A condição ocorre quando esse processo provoca um aumento dos níveis de açúcar acima do ideal. Como seus sintomas são silenciosos, é fundamental fazer um acompanhamento durante a gestação.

Também há o MODY, que geralmente afeta pessoas com menos de 25 anos de idade. Transmitido de forma genética, é resultado de um defeito primário na secreção da insulina. Para a identificação da doença, o Fleury Medicina e Saúde  oferece o Painel Genético para Diabetes do tipo Mody. Informe-se com o seu médico!