Pequenos piques após uma corrida previnem hipoglicemia

031

Um “tiro” de 10 segundos após a realização de atividade física reduz o risco de hipoglicemia (baixa de glicose no sangue) em jovens com diabetes tipo 1 (insulino-dependentes), de acordo com um estudo australiano.

O estudo “oferece a primeira evidência de que uma pequena corrida no esforço máximo realizado após atividade física de moderada intensidade é preferível a apenas descansar após este. Com o descanso ocorre uma maior queda na glicemia após o exercício. “Realizando a corrida houve uma redução no risco de hipoglicemia pós-atividade física em indivíduos com diabetes tipo 1” disseram os pesquisadores australianos.

“Baseado nisso”, eles escreveram no jornal “Diabetes Care”, “podemos tentar recomendar que após exercício de moderada intensidade, jovens com diabetes tipo 1, sem complicações, devem considerar realizar um “tiro” de 10 segundos para evitar uma maior queda na glicemia … particularmente se uma fonte de carboidrato não está facilmente disponível.

Porém, o investigador do estudo Dr. Paul Fournier da “University of Western Austrália” alertou que enquanto o “tiro” de 10 segundos constitui uma nova e simples maneira de abordar a queda da glicemia após atividade física … seria prematuro e irresponsável advogar que isso deveria ser utilizado de maneira generalizada pois muitas outras pesquisas devem ser feitas para identificar a população com diabetes tipo 1 que são propensas a responder”.

“Até agora, apenas jovens saudáveis foram testados em nosso estudo e todos responderam positivamente”, diz ele.

Fournier e colegas investigaram se um “tiro” de 10 segundos com o máximo de esforço poderia modificar o declínio contínuo da glicemia durante a fase de recuperação de uma atividade física de moderada intensidade em sete homens diabéticos do tipo 1 com média de idade de 21 anos.

Após 20 minutos de exercício em moderada intensidade os jovens apresentaram uma rápida e significante queda da glicemia, reportaram os autores.

Entretanto, um “tiro” de 10 segundos em esforço máximo imediatamente após um exercício de moderada intensidade parou uma maior queda na glicemia para as próximas duas horas, indicaram os resultados.

Em contraposição, exercício em moderada intensidade seguido por período de descanso levou a uma maior queda da glicemia.

Fournier acrescentou que mais estudos são necessários em outros grupos de diabéticos do tipo 1 como em crianças e pessoas de meia idade sedentários.

Fonte:
http://www.theagem.com.au/notebn/aap.html