Criança também pode ter pressão alta

002

A ocorrência de hipertensão entre adolescentes mal-alimentados nos primeiros seis anos de vida comprova que a má nutrição na infância é causa importante de doenças cardíacas e hipertensão em adultos e adolescentes. Segundo a pediatra Maria Teresa Bechere Fernandes, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que realizou pesquisa sobre o assunto, embora a hipertensão se manifeste na faixa de 30 a 40 anos na população em geral, é possível encontrar crianças hipertensas de até 11 anos, em populações que apresentam quadros de desnutrição na infância.

Na tese Hipertensão em Adolescentes com Déficit Nutricional: A Hipótese da Programação, para o título de mestrado, Maria Teresa coletou seus dados nos mutirões de pesagem feitos pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional (Cren), órgão ligado à Unifesp, em favelas da zona sul da capital paulista. No estudo, 53 crianças e adolescentes de 11 a 16 anos foram selecionados por apresentarem baixa estatura, considerado o principal indicador da desnutrição.

Entre as crianças analisadas, sete, o equivalente a 13% do grupo, tinham sintomas de hipertensão. De acordo com a pesquisadora, os números de referência da população nessa faixa etária deveriam ser de 5%. Em média, a doença se manifestou naquelas crianças quando tinham 13 anos, mas houve casos em que, aos 11 anos, algumas já apresentavam esse quadro. Os dados são preocupantes ainda mais porque, segundo a pediatra, a hipertensão é apontada como a segunda principal causa de mortalidade entre a população que vive com renda familiar inferior a R$ 500,00 mensais, com índice de 45% dos óbitos, ficando atrás apenas da morte violenta.

Com base em estudos epidemiológicos, as crianças foram medidas e constatou-se serem, em média, 7 centímetros mais baixas que os padrões adotados pela Organização Mundial de Saúde. “A desnutrição não deve ser relacionada ao baixo peso e sim à baixa estatura, o que indica que em algum momento da vida a pessoa esteve desnutrida”, explica Maria Teresa.

As consequências da desnutrição podem incluir, além da hipertensão, outras doenças coronarianas e diabetes. “Quando se manifesta tão cedo, é possível que por volta dos 30 anos a pessoa já apresente cardiopatias mais graves, como problemas nas coronárias, riscos de infarto ou derrame. Essas condições provocam uma vida menos produtiva, repleta de limitações físicas”.
(Fonte: Maria Tereza Bechere Fernandes)

Fonte:http://www.starbem.com.br/Novidades/Especialista/crianca_pressao_alta