Você se considera gerente da sua saúde?

Abbott evento

Você se considera gerente da sua saúde? Para celebrar seus 80 anos, a indústria farmacêutica Abbott convidou o cardiologista Marcus Malachias, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, o endocrinologista e médico do esporte Roberto Zagury e a nutricionista e educadora em diabetes Letícia Campos para debater os resultados de uma pesquisa sobre empoderamento do paciente com diabetes e hipertensão em relação à saúde.

Chamada de Empoderamento do Paciente – importância e desafios, a pesquisa foi conduzida pela Nielsen Shopper Solutions entre os dias 2 e 20 de junho de 2017 e entrevistou 960 homens e mulheres acima de 18 anos, de capitais de todas as regiões brasileiras, diagnosticadas com as duas doenças crônicas.

Entre os resultados, o estudo revelou que 54% das pessoas com diabetes e hipertensão estão satisfeitas com a sua saúde e 59% delas acreditam ter na melhoria dos hábitos de saúde a principal chave para se sentir empoderadas. Segundo os dados, o principal foco das preocupações tem sido a alimentação diária, sendo que 87% tentam realizar as principais refeições, 86% acham importante beber de seis a oito copos de água por dia e 78% lutam para diminuir o sal. Entretanto, atualmente apenas 24% segue uma dieta com acompanhamento profissional.

Leia também: Conheça as vantagens de usar FreeStyle Libre

A pesquisa mostrou também que ainda é grande (mais de 40%) o índice de brasileiros com diabetes e hipertensão que interromperam o tratamento ao menos uma vez nos últimos cinco anos por indisciplina ou depois que os sintomas desapareceram. Um dado que requer atenção é o percentual daqueles que, apesar de saberem que têm diabetes ou hipertensão, ainda não iniciaram o tratamento médico por considerarem que a doença não é grave o suficiente, sendo 15% das pessoas com diabetes e 12% das que apresentam hipertensão.

Para Juan Carlos Gaona, gerente geral da Abbott no Brasil, “isso é preocupante, visto que, ao longo do tempo, se não tratadas, ambas as doenças podem causar complicações muito sérias”.

Confira nossas opções de receitas diet

Segundo levantamento do Ministério da Saúde, na última década, o número de pessoas diagnosticadas com diabetes cresceu 61,8%. Já os hipertensos aumentaram 14,2%. No Brasil, são mais de 14 milhões de brasileiros com diabetes, um número menor apenas do que em países como China, Estados Unidos e Índia. Dados do Ministério da Saúde revelam mais de 30 milhões de hipertensos.

Outro dado interessante é que 55% dos entrevistados disseram que a prática de atividades físicas só se tornou uma realidade após o diagnóstico, sendo que a caminhada foi a escolha da maioria (63%).

A busca por informação também é outra ferramenta fundamental para o empoderamento das pessoas com diabetes ou hipertensão: 40% acessam sites de buscas e 28% procuram em sites específicos informações sobre a doença, prevenção, tratamento, medicamentos e profissionais de saúde. Mas a consulta na internet tem apenas caráter complementar, já que não substitui o contato com o médico. Grande parte dos entrevistados (92%) faz tratamento com acompanhamento médico e 85% confiam nos profissionais de saúde. Segundo a pesquisa, as principais barreiras para um tratamento ideal estão ligadas a recursos financeiros (59%).

Para Gaona, “os resultados desta pesquisa são importantes direcionadores para entendermos melhor como os brasileiros cuidam da sua própria saúde”.