Tresiba é aprovada para tratar o diabetes em crianças a partir de 1 ano

Tresiba

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou a revisão de bula da insulina degludeca Tresiba e, agora, o medicamento pode ser administrado em crianças com diabetes tipo 1 a partir de 1 ano de idade. A atualização representa uma nova opção de tratamento, já que todas as outras opções de análogos de insulina basal disponíveis no mercado são indicadas para crianças com pelo menos 2 anos de idade. Tresiba é fabricada pela farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk.

A revisão da bula aconteceu após a publicação de um estudo no periódico científico Pediatric Diabetes, que comprovou a eficácia e segurança da administração do medicamento em crianças a partir de 1 ano. O estudo também mostrou que Tresiba contribuiu para a redução dos índices de hemoglobina glicada e dos episódios gerais de hipoglicemia.

Segundo o endocrinologista Fabiano Griciunas, gerente médico da Novo Nordisk, a revisão é uma conquista para os pacientes.

– Essa nova opção de tratamento do diabetes tipo 1 em crianças pode proporcionar mais praticidade e qualidade de vida ao paciente e aos familiares, ajudando também na adesão ao tratamento.

Disponível no Brasil desde 2014, a insulina degludeca tem como principal característica sua ação ultra longa, que assegura a liberação contínua da insulina por mais de 42 horas no organismo. Com isso, não há necessidade de um horário fixo para a aplicação, oferecendo mais flexibilidade à rotina da pessoa com diabetes, sem que haja comprometimento do resultado do tratamento e sem aumentar o risco de hipoglicemias.