O poder dos sucos: o aliado perfeito de sua saúde

018

O umbu, o jenipapo e o cajá são frutas típicas do nordeste e a uva e a pêra são mais comuns na região sul do país, mas esses são apenas alguns exemplos, já que a variedade de frutas no Brasil é enorme, tornando seu consumo acessível em todas as regiões e em todas as épocas do ano.

Todo mundo já ouviu os conselhos “toma suco de laranja que cura a gripe” ou “com suco de beterraba essa anemia logo acaba”, o fato é que por trás desses ditados populares existem algumas verdades. A laranja é rica em vitamina C e contribui para prevenir a gripe, mas não curá-la, assim como a beterraba é rica em ferro que ajuda a combater a anemia.

Não existe o “remédio fruta”, mas sabe-se que todas elas têm grande quantidade de água, vitaminas, minerais e carboidratos, que são fundamentais para o funcionamento correto do organismo e ajudam a prevenir inúmeras doenças.

“As frutas contém importantes antioxidantes, que ajudam no combate às agressões das células. E também fornecem a frutose (carboidrato) que tem como uma das funções o fornecimento de energia. Recomenda-se a ingestão das frutas com a casca (desde que sejam cascas comestíveis)”, explica a nutricionista Fabiana Simomura, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz em São Paulo.

Segundo a nutricionista, “todas as frutas, verduras e legumes são fontes de vitaminas e minerais. O ideal é variar o tipo de alimentos consumidos para maior fornecimento de variados nutrientes”. Assim, algumas misturas famosas como abacaxi com hortelã e laranja com acerola, têm seu valor nutricional comprovado.

Descubra a cor da sua saúde

Para saber qual o nutriente de maior concentração na fruta ou vegetal que for ingerir, é só prestar atenção na cor. Fabiana Simomura dá as dicas, “o tom amarelo ou alaranjado vem do betacaroteno (vitamina A, que inibe radicais livres, prevenindo o envelhecimento). Já o tom vermelho significa grande quantidade de licopeno, substância antioxidante. Alimentos com coloração verde possuem uma substância chamada clorofila (vitaminas A, B, C e E)”.

“Existem frutas que devem ser consumidas com moderação. São as frutas mais gordurosas, como a manga e o abacate. A melancia também deve ser consumida sob orientação do nutricionista por ter alto índice glicêmico. As frutas, apesar de serem alimentos ricos em vitaminas e minerais, também são fontes de carboidratos que, em excesso, ajudam a aumentar a glicemia (açúcar no sangue). Recomenda-se o consumo de uma porção de fruta por vez (ou seja, não ingerir várias frutas ao mesmo tempo), pois assim há um aproveitamento melhor das suas propriedades, além das fibras (presentes na casca), que são nutrientes essenciais para o bom controle do diabetes. Essas fibras auxiliam no bom controle da glicemia e na prevenção de diversas doenças, como por exemplo, o câncer e a hipertensão”, ressalta a especialista.

Mantendo a casa limpa

Não há nada melhor que sentir que nossa casa está limpa e, no caso do nosso corpo, essa sensação é fundamental. Para tanto, existem sucos chamados de “desintoxicantes”, pois agem limpando nosso organismo. “Os sucos desintoxicantes purificam o sistema digestivo por meio da eliminação de substâncias indesejáveis (toxinas) adquiridas através de uma alimentação inadequada”, informa Fabiana.

Melancia com aipo, para efeito diurético; uva rosada com maçãs verdes, para retardar o envelhecimento e firmar a pele; cenoura com maçã, melão, gengibre e salsa, para estimular o sistema imunológico e ainda agir com efeitos antiinflamatórios; essas misturas podem assustar um pouco no início, mas basta prová-las para conferir, fazem muito bem e são uma delícia.

É importante frisar que os sucos nunca podem substituir as refeições. Eles são muito importantes na alimentação e essenciais para uma dieta rica em nutrientes, mas o ideal é que sejam consumidos depois das refeições ou acompanhados de lanches saborosos.

Aproveite a grande variedade de frutas que temos e opte pelo natural, faça seu suco e beba saúde!

Fonte: Revista OneTouch ConVida