Hipertensão: confira os temperos naturais que podem substituir o sal

light-feta-salad-1319564-638x470

Nesta sexta-feira (26/04), é lembrado o Dia Nacional de Combate à Hipertensão, uma doença que acomete um a cada quatro brasileiros adultos, segundo levantamento realizado pelo Ministério da Saúde. Outra informação importante é que a pressão alta tende a aumentar com a idade, chegando a 60,9% entre as pessoas com 65 anos ou mais. Apesar de frequente na população, na maioria dos casos, a hipertensão não costuma apresentar sinais, adverte o cardiologista Cleber Mazzaro, do Centro Cardiológico do Hospital Brasil, em São Bernardo do Campo (SP).

– Em raras ocasiões, ela vai apresentar dor de cabeça, tontura e mal-estar.

Segundo o cardiologista Marcelo Sampaio, membro do comitê científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, a pressão alta pode ocorrer por vários motivos, entre eles, a ingestão descontrolada de sódio.

– Para manter a saúde do coração, já que a hipertensão é um dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares, a dica é usar temperos naturais, como alho, salsa, coentro, cebola, cebolinha, manjericão, tomilho, orégano, limão e louro, no lugar do sal.

Conheça a linha completa da linha Zero Sódio

Dr. Marcelo acrescenta que o consumo diário de sal não pode ultrapassar 5 g, o equivalente a 5 colheres de café rasas.

Além do alto consumo de sal, o cardiologista do Hospital Brasil  lista outros fatores de risco importantes, como obesidade, histórico familiar (filhos de pais hipertensos), doença renal, estresse, sono irregular, tabagismo e diabetes. Além disso, o médico acrescenta que mulheres na menopausa podem ficar hipertensas por conta da queda dos hormônios femininos.

– Por isso, é fundamental manter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas, beber água com frequência e controlar o peso para prevenir a hipertensão.

Leia também: 7 mitos e verdades da hipertensão

Confira abaixo alguns substitutos do sal que podem trazer muitos benefícios à saúde.

Alho

Além de combinar com praticamente todas as comidas, é um anti-inflamatório natural. Na gripe, ajuda a eliminar secreções respiratórias e induz a sudorese, diminuindo a febre.  Ele também ajuda a prevenir a aterosclerose e baixar a pressão arterial assim como remover a gordura da alimentação fazendo com que o organismo não a absorva completamente.

Cebola

Limpa secreções respiratórias, melhora dores articulares, é antidepressiva, antioxidante e anti-inflamatória. Cuidado com a cebola crua em excesso, pois ela pode “agredir” o estômago. Caso haja sensibilidade, use-a na forma de caldos. 

Limão

Tem propriedade anti-infecciosa e pode ser utilizado na preparação de sucos, chá e tempero de saladas e peixes. Ele também pode ajudar no tratamento da infecção urinária, pois cria um meio impróprio para a sobrevivência da bactéria nessa região.

Tomilho

Antisséptico, ajuda na prevenção de problemas respiratórios, reduz o colesterol e protege contra o envelhecimento das células. Utilize como tempero de salada e carnes.

Manjericão

Antiviral, auxilia no tratamento de catarata e diabetes. Acelera a cicatrização da pele e protege contra desconfortos intestinais. As folhas frescas podem ser consumidas com peixes, massas ou risotos. Outra opção é recorrer às folhas secas ou mesmo o pó.

Salsa

Utilizada para problemas de circulação e retenção de líquidos, celulite, anemia e esgotamento físico. Beneficia a digestão e a tireoide. Pode ser utilizado in natura ou na preparação de pastas e chás.

Alho-poró

Um vegetal com alto teor de fibras e inúmeras vitaminas e minerais, contribui para o bom funcionamento do intestino, previne câimbras,  fortalece os músculos e estimula a calcificação óssea. Na culinária, por ter um sabor mai suave, pode ser usado em qualquer preparação. Use a criatividade!