Ganhe uma das 100 licenças de sistema de monitoramento para Diabetes

003

Por Nathalia Nunes

A empresa Quasar Telemedicina foi criada por Karla Melo, médica endocrinologista, por seu marido, Floro Dória e por Ricardo Pessoa. Tem como principal produto o GlicOnline. Karla completará no próximo ano 40 anos de diagnóstico de diabetes tipo 1 e, ao longo de toda sua vida, precisou contar índices e fazer cálculos para se manter com taxas de glicose apropriadas. Junto com ela, milhares de pessoas sofrem com o problema no Brasil e, segundo uma pesquisa realizada por pesquisadores do Distrito Federal, a incidência de diabetes está crescendo 3% ao ano.
O Diabetes tipo 1 é conhecido como diabetes insulinodependente, onde a produção de insulina do pâncreas é insuficiente, pois suas células sofrem o que chamamos de destruição autoimune. Estes indivíduos devem, portanto, aplicar injeções diárias de insulina para manutenção dos valores de glicose no sangue.

O marido de Karla viu sua dificuldade em fazer os cálculos, que devem ser variados de acordo com o que é consumido, e decidiu ajudá-la com um sistema de apoio à doença. Ele criou, então, um sistema para facilitar o dia a dia da esposa. Como dito antes, esses cálculos envolvem um grande trabalho e o sistema surgiu para tornar este cuidado prático e rotineiro do diabetes em algo simples e sem complicações.

A ideia foi abraçada pela CIETEC, Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, com base no IPEN/USP, onde a empresa foi incubada e, em seguida, conseguiram apoio da FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Na rotina de atendimento dos pacientes com diabetes no Hospital das Clínicas Karla percebeu que os pacientes eram educados e entendiam a necessidade de realizar os cálculos para chegarem à dose adequada de insulina para corrigir a glicemia e cobrir a refeição, mas, ao longo do tempo, passavam a fazer cálculos errados e consequentemente as doses de insulina poderiam ser inadequadas.

A CEO da empresa nos contou que, hoje, depois de 40 anos, já se acostumou com a doença e sabe lidar bem com ela, mas que, no começo, a adaptação foi bastante difícil. Esta característica da doença de precisar de atenção várias vezes ao dia pode dificultar o seu tratamento, caso o paciente não seja consciente ou bem-educado sobre as necessidades do cuidado.

Em 2008, começaram os testes clínicos e os resultados foram satisfatórios, mostrando que alguns índices apresentaram melhorias. Os pacientes foram testados antes do uso do sistema e a partir do seu uso. A primeira melhoria foi o índice do controle glicêmico, que melhorou durante o uso do sistema, comparando com a forma tradicional de cálculos de doses de insulina. Em teste de aceitabilidade, a nota dada pelos usuários foi de 9.6, em escala de 0 a 10 e, també foi visto melhora na qualidade de vida na grande maioria dos pacientes que participaram do estudo.

O primeiro sistema feito fora do Brasil com essas mesmas características e publicado em revista foi criado em 2009, na França para aparelho smartphone. No Brasil, o Gliconline surgiu para feature phone antes desta publicação, já que a realidade brasileira prara smartphones ainda não havia se consolidade na época. Em 2007, conseguiram novamente o apoio da FAPESP para aperfeiçoar para smartphone. A empresa aproveitou o apoio para incluir ferramentas para tratamento de Diabetes tipo 2. Apesar da terapia envolver tratamentos menos complexos, geralmente são utilizados diversos medicamentos para o diabetes, pressão alta e colesterol elevado, comprometendo a adesão à terapia da pessoa com diabetes tipo 2, muitas vezes por esquecimento e o GlicOnline pode ser eficiente, lembrando o momento de tomar os medicamentos. O sistema ainda realiza o acompanhamento da alimentação, informando a quantidade de calorias, carboidratos, gorduras, proteínas, fibras e sódio ingeridos às refeições e nas 24 horas.

Os dados são mostrados de forma simples, em gráficos e tabelas, para que o médico tenha acesso aos dados em tempo real. O sistema pode enviar alertas para médicos e cuidadores, caso o paciente apresente intercorrências como glicemias mais elevadas.

A Quasar está com uma campanha de doação de 100 licenças permanentes gratuitas para pais e cuidadores de crianças com Diabetes até 14 anos. Para concorrer, basta se inscrever aqui.

Pensando nas dificuldades de pais e cuidadores de crianças com Diabetes e em toda essa cadeia de melhora dos pacientes após o uso correto e constante do aplicativo, o GlicOnline está distribuindo 100 licenças permanentes gratuitas para aqueles que tem a seus cuidados um portador de diabetes até 14 anos. Para concorrer, basta se inscrever.

http://www.empreendersaude.com.br/

1 Response

  1. renata disse:

    Sou mãe de uma criança co diabetes tipo 1.