Chá verde é bom para digestão? Veja mitos e verdades sobre os hábitos alimentares

tea-for-two-1251934-640x480

Você sabe o que realmente faz bem para o seu organismo? Descubra os hábitos e alimentos que jogam a favor da sua saúde com dicas preciosas da endocrinologista Carolina Mantelli, especialista em metabologia.

Chá verde é bom para a digestão?

VERDADE. Apesar de bom para digestão, o ideal é consumi-lo no meio da manhã ou depois de praticar atividades físicas, pois ajuda a eliminar as toxinas. Mate, chá preto e café devem ser evitados após o almoço e jantar, pois o consumo de cafeína logo após as refeições pode atrapalhar a absorção de alguns nutrientes (ex: cálcio, ferro, cobre, zinco e vitaminas). Além disso, acaba relaxando a musculatura que trabalha impedindo que os alimentos passem do estômago para o esôfago, o que pode acabar resultando em refluxo.

Leia também: 4 fatos sobre o diabetes tipo 2 que todos deveriam saber

Ingerir líquidos durante a refeição engorda? 

MITO. O hábito não engorda, mas causa aumento do abdômen, ocupando o espaço da comida e, consequentemente, distendendo o estômago. O ideal é consumir no máximo até 100 ml de água somente para auxiliar na digestão e ajudar na deglutição dos alimentos. Mais do que isso, o excesso de líquido começa a atrapalhar o processo de absorção de nutrientes.

Consumir azeite é saudável?

VERDADE. Ele ajuda a aumentar o colesterol bom (HDL colesterol). Porém, não pode ser levado ao fogo, pois se transforma em gordura saturada e deve ser consumido com moderação.

Fique por dentro: 5 alimentos amigos do coração

Legumes sem a casca são mais saudáveis? 

MITO. O ideal é fazer a higienização corretamente e cozinhar com casca para conservar as vitaminas, utilizando o mínimo de água possível. Para aproveitar todas as vitaminas e proteínas, use essa água para preparar arroz, feijão, lentilha e macarrão. Dica: pode-se utilizar iodo para retirar o agrotóxico da casca dos legumes e verduras.

Caminhar após as refeições ajuda na digestão?

MITO. A caminhada logo após as refeições dificulta a absorção dos nutrientes no organismo, pode também causar refluxo ácido e indigestão. Depois de meia hora, uma voltinha está liberada, o que será bom para potencializar o metabolismo e queimar algumas calorias extras, além de auxiliar no sono mais rápido e profundo.

Beber muita água ajuda a emagrecer?

VERDADE. Durante toda dieta para perda de gordura (emagrecimento) ocorre um aumento da acidez do sangue devido à intensa quebra da gordura em energia. Sendo assim, a ingestão de muita água ameniza os sintomas decorrentes dessa acidez, como cefaleia, náuseas e enjoos, favorecendo todo este processo. Mesmo porque, o sangue ácido é extremamente maléfico e nos deixa abertos às doenças.

Fazer exercício físico em jejum ajuda a perder peso?

MITO. Ao acordar, a quantidade de glicose e proteínas no sangue esta baixa devido ao jejum prolongado durante o sono. Ao exercitar sem se alimentar, o corpo vai quebrar massa muscular para produzir energia, gerando a glicose necessária para movimentar-se e manter o cérebro ativo, portanto, vai haver a perda da massa muscular, mas não da gordura. Além de sentir dor de cabeça, náuseas, enjoos e fraqueza, que vão impedir de se exercitar por um tempo adequado.

Substituir as principais refeições (café da manhã, almoço e jantar) por sucos e chás traz benefícios? 

MITO. Sucos e chás não têm as quantidades adequadas de proteínas, vitaminas, sais minerais e fibras que os alimentos sólidos das refeições possuem, além de não produzirem saciedade, pois são de rápida digestão, podendo provocar perda de massa muscular e problemas de saúde por falta de nutrientes. Para elaborar uma dieta balanceada e que seja adequada ao seu organismo, procure o auxílio de um profissional de saúde.

Crédito de foto: FreeImages