5 dicas para melhorar a qualidade da sua alimentação

Crédito de foto: FreeImages

Crédito de foto: FreeImages

Você costuma investir em um prato bem colorido nas principais refeições? A nutrição tem um papel fundamental na saúde e qualidade de vida dos brasileiros em qualquer faixa etária. Ela ajuda a eliminar os quilinhos a mais na balança, contribui para o controle do estresse, preservação da memória e até a prevenção e tratamento de diversas doenças, sobretudo as doenças crônicas não transmissíveis, como o diabetes.

Confira 5 dicas sobre como adotar hábitos alimentares mais saudáveis e cuidar da saúde listadas pela nutricionista Patrícia Ruffo, gerente científico da Divisão Nutricional da Abbott no Brasil.

1.      Procure realizar suas refeições em casa, quando possível

Comer em casa geralmente aumenta as chances de se ter uma dieta saudável, já que permite controlar os ingredientes das refeições. Uma forma de manter uma dieta saudável é ter sempre alimentos frescos e nutritivos à mão. Muitos deles podem ser congelados ou desidratados, como castanhas, frutas e cereais ricos em fibras.

Glucerna: conheça seus reais benefícios

2.     Alimentos para o cérebro – o que você come importa

A alimentação tem um papel importante para a saúde cerebral e pode ajudar a prevenir a perda de memória e o declínio cognitivo. Por exemplo, a ingestão de gordura pode afetar a saúde do cérebro, já que dietas ricas em gordura saturada aumentam o risco de declínio cognitivo, enquanto refeições ricas em gordura monoinsaturada podem promover a saúde cognitiva. Coloque no prato abacate, amêndoas, nozes, peixes (como sardinha, atum e salmão), azeite de oliva, semente de girassol,  linhaça e chia.

3. Controle mais o peso com alimentação do que com exercícios

Exercícios são fundamentais para a saúde geral, mas se você acha que é um objetivo difícil demais, inicie primeiro pela alimentação. De acordo com estudos, ao comparar a dieta com exercícios, a alimentação saudável leva a uma perda de peso maior do que apenas os exercícios, bem como a uma maior perda de massa gorda. Contudo, os resultados da união da dieta com exercícios são melhores do que separar ambos.

4. Mantenha-se hidratado

Beber água é importante para a nossa saúde geral e bem-estar, mas novas pesquisas mostram que a bebida também pode ajudar com as calorias que consumimos. Além disso, a escolha da água pode ser útil para limitar outras bebidas açucaradas.

5. Controle o estresse com dieta

Comer por causa do estresse pode ser bom desde que você o faça da maneira certa. Nutrientes como ômega 3, vitamina E e polifenóis, um composto encontrado em mirtilos (blueberry) e o chocolate amargo, podem reduzir os efeitos negativos do estresse no corpo. Nutrientes de alimentos saudáveis podem ajudar a melhorar o fluxo sanguíneo, o que combate os efeitos do estresse. Uma dieta saudável tem um efeito cascata, pois na medida em que melhora o fluxo sanguíneo, ajuda a levar ingredientes essenciais ao cérebro e a construir uma base sólida para o corpo, reduzindo a oxidação e a inflamação. E isso pode ajudar a diminuir o ganho de peso associado ao estresse.